Sensor Volumétrico + Filtro

Gestor

  • O Sensor NSL1 monitora bueiros e lixeiras dispostos em centros urbanos, criando integração entre o mundo físico e o sistema de gerenciamento.
  • O Sensor NSL1 retorna ao sistema de gerenciamento a sua localização por coordenadas, o status de enchimento, o status da bateria, alertas de roubo, alertas de inundação e alertas de falha no sistema.
  • Cada unidade do Sensor NSL1 é identificada por um número serial de 32 algarismos gerado na etapa de programação do sistema de controle interno.
  • Na interface do Gestor é possível observar no mapa os pontos monitorados.

Filtros

  • Amplo acesso e controle de todas a quantidades de resíduos que se acumulam nos filtros.
  • Revolução e inovação do modelo de acompanhamento de resíduos, com aproveitamento dos recursos tecnológicos de sensores, smartphones, geolocalização, sinalização dinâmica, painéis solares, plataforma online de monitoramento etc.
  • Informação atual e precisa do local e da capacidade do filtro, através de internet, aplicativo e sinalização nas ruas, onde os gestores conseguem saber quais bueiros precisam de coleta imediata.
  • Disponibilidade fácil as informações necessárias para manter os bueiros e as lixeiras livres da possibilidade de super enchimento.

Sensor NSL1

  • O sistema é robusto, encapsulado em resina epóxi o que o torna o circuito hermético, a prova d’água e protegido das intempéries.
  • O sistema possui CPU, bloco de sensorização, bloco de transmissão de dados, sistema de bateria e antena.
  • O sistema é autônomo, configurável remotamente e praticamente livre de manutenção.
  • A bateria é de lítio, recarregável com a duração de no mínimo 12 meses em operação contínua.
  • O módulo de bateria é de fácil substituição.

Filtro + Sensor NSL1

  • O Sensor NSL1 permanece inativo em estado de hibernação para economizar bateria.
  • O Sensor é ativado por um timer interno “wakeup” controlado pela configuração remota que é enviada através do Gestor. Só quando ativado, o Sensor NSL1 faz a leitura do interior do filtro.
  • A frequência de leitura deve ser definida em função das necessidades locais de monitoramento.
  • Para evitar leituras errôneas o sensor Sensor NSL1 interpreta intervalos de enchimento definidos por “Flags” de leitura.
  • Estes “Flags” de leitura devem ser configurados para cada grupo de Sensores através do Gestor e determinam os níveis de enchimento para os quais o Sensor NSL1 deve retornar alertas ao Gestor.

Sensor volumétrico para lixeiras tipo contêineres:

  • Sensor ótico que informa em tempo real o nível de enchimento.
  • Coleta inteligente e pontual.
  • Plataforma interativa e on line.